Debate sobre PNSM encerra primeiro dia de Conexões Ibram Rio

Considerado um marco na história do desenvolvimento do campo museal brasileiro, o Plano Nacional Setorial de Museus foi o tema da mesa final do primeiro dia de Conexões Ibram Rio de Janeiro.

A discussão sobre o tema, que atraiu a atenção do público presente ao Museu Histórico do Corpo de Bombeiros Militar do Rio de Janeiro, contou com a participação da coordenadora de Difusão e Desenvolvimento de Parcerias do Ibram, Ena Colnago, da assessora-chefe do Sistema Estadual de Museus do Rio de Janeiro (SIM-RJ), Lucienne Figueiredo, e da assessora da Superintendência de Museus da SEC-RJ, Marcia Bibiani.

Mais cedo, o público assistiu e participou de apresentação sobre o Estatuto de Museus com a museóloga Luciana Palmeira, do Departamento de Processos Museais do Ibram (DPMUS) e a coordenadora de Planejamento de Unidades Museológicas da Superintendência de Museus da SEC-RJ, Rafaela Zanete. A discussão sobre necessidade de adaptações ao Estatuto e ao próprio conceito de museu levantou o debate.

O evento foi aberto com fala da coordenadora de Produção e Análise da Informação do Ibram, Mayra Resende, sobre o Programa IMuseus, voltado para a formação de sistemas e redes de informação para o registro e difusão de informações qualificadas sobre os museus brasileiros, com a participação de Bruna Queiroz, coordenadora de Museologia da Superintendência de Museus da SEC-RJ.

A programação do Conexões Ibram Rio de Janeiro prossegue nesta quinta-feira (27) com palestras e debates sobre os temas Gestão de Riscos ao Patrimônio Musealizado Brasileiro; Pontos de Memória; Estratégias de Fomento e Financiamento aos Museus; e Legado Cultural para o setor museal – megaeventos esportivos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>