Rio discute legado dos megaeventos esportivos para o setor de museus

Que desafio e legado os megaeventos esportivos que o Brasil sediará nos próximos anos – Copa do Mundo de 2014 e Jogos Olímpicos de 2016 – podem trazer para o setor museal? A última palestra do Conexões Ibram Rio de Janeiro, no final da tarde desta quinta-feira (27) colocou o tema em discussão.

A apresentação de Patrícia Albernaz, da Coordenação de Difusão e Desenvolvimento de Parcerias do Ibram, abordou o desafio de estabelecer um diferencial de serviços para o público que visitará o Brasil durante os dois megaeventos, que diz respeito à área da cultura de forma especial.

“O setor cultural tem uma tarefa importante no sentido de mostrar nossa tradição, história, identidade e contribuir para uma visão positiva do Brasil no imaginário daqueles que acompanharão os jogos no Brasil e no exterior. É preciso traduzir a diversidade brasileira, e os museus são espaços de excelência para isso”, disse.

Albernaz destacou que tais desafios são maiores para a cidade do Rio de Janeiro. Lembrou ainda que a Copa do Mundo e as Olimpíadas representam uma oportunidade para que o setor de museus alcance outro patamar de investimentos e um diálogo mais estreito com o setor de Turismo, que traria benefícios para os dois setores.

A programação vespertina do segundo dia de Conexões Ibram Rio de Janeiro foi aberta com palestra de Adna Teixeira, da Coordenação de Fomento e Financiamento do Ibram. Na oportunidade, foram feitos esclarecimentos sobre os mecanismos oferecidos pelo Ibram para o fomento e financiamento de projetos no setor museal.

O público presente participou de forma intensa do debate tirando dúvidas e fazendo críticas e sugestões ao modelo de financiamento da área. A expectativa é de que o tema continue a ser discutido entre a Secretaria de Estado da Cultura do Rio de Janeiro (SEC-RJ) e o Ibram no âmbito do Acordo de Cooperação firmado nesta quarta-feira (26), na abertura do evento.

Pela manhã, o público assistiu a falas sobre Gestão de Riscos ao Patrimônio Musealizado Brasileiro e Pontos de Memória.

A programação do Conexões Ibram Rio de Janeiro segue nesta sexta-feira (28) com reuniões e apresentações abertas de Grupos de Trabalho (GTs) sobre Plano Estadual Setorial de Museus, Legado Cultural, iMuseus, Estatuto dos Museus e Estratégias de Fomento e Financiamento aos Museus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>