PNSM e Estatuto dos Museus encerram o primeiro dia do Conexões Rondônia

A tarde de terça-feira (18) começou com a apresentação sobre o Plano Nacional Setorial de Museus. Patrícia da Cunha Albernaz, Chefe da Divisão de Coordenação de Difusão e Desenvolvimento de Parcerias do Ibram/MinC falou sobre o processo de elaboração do PNSM, seus objetivos e sua importância para o fortalecimento do setor museal.

Ela reforçou a importância do 5º Fórum Nacional de Museus para discutir como será avaliado o PNSM, “os desafios de se implantar e avaliar o PNSM até 2014, quando acontecerá o 6º Fórum Nacional de Museus” e lembrou os presentes que o Fórum irá ser realizado em Petrópolis (RJ) de 19 a 23 de novembro. Leia aqui o Plano Nacional Setorial de Museus na íntegra.

Em seguida, foi a vez de Taís Valente, museóloga do Ibram/MinC apresentar o Estatuto dos Museus. Valente começou sua fala reforçando que o Estatuto é o marco regulatório do setor museal no Brasil e tem ingerência em todas as instituições do país. Ela falou dos princípios e ressaltou o intercâmbio institucional como forma de fortalecimento do setor. Explicou que o próprio Conexões Ibram é um tipo de intercâmbio institucional à medida que há trocas entre os técnicos do Ibram que vão aos estados e a comunidade local.

O Decreto que irá regulamentar o Estatuto dos Museus foi lembrado durante  toda a fala de Taís Valente. O decreto tem importância ímpar para a efetividade do Estatuto e a previsão é que seja sancionado ainda em 2012. 

Taís Valente falou também sobre a importância do museu construir seu plano museológico e terminou sua apresentação falando sobre a importância de se apropriar do Estatuto. “Ele é um instrumento de proteção e fortalecimento do setor”, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>