Conexões Ibram RS começa na Casa de Cultura Mario Quintana

Na manhã de hoje (21), teve início na Casa de Cultura Mario Quintana, em Porto Alegre (RS), a versão gaúcha do projeto Conexões Ibram – que segue até quinta-feira (23).

Na abertura, o presidente do Ibram/MinC, José do Nascimento Jr. (foto) e o secretário adjunto da Secretaria de Estado da Cultura do Rio Grande do Sul, Jeferson Assumção (ao lado), assinaram termo de Cooperação Técnica com fins ao desenvolvimento de políticas públicas para o setor de museus em um período de cinco anos.

Nascimento Jr., que já dirigiu instituições culturais no RS, lembrou que o Ibram “também é resultado da política que começamos por aqui, de nossos erros e acertos”. Sobre o Conexões Ibram, citou desdobramentos do projeto pelo país e que o mais importante são as “metas e perspectivas para a construção de um trabalho conjunto”.

Jeferson Assumção aproveitou para anunciar o montante de R$ 26 milhões para o setor cultural por meio de editais de seleção pública – resultado da parceria entre o governo federal e estadual.

Concedidos via Fundo Estadual de Cultura, recentemente criado, um dos editais contempla a modernização de museus no RS. “Os museus precisam ser revitalizados para manterem vivo o elemento da criatividade e da diversidade cultural”, disse Assumção.

Margarete Moraes, chefe da Representação Regional Sul do MinC, lembrou sua passagem pelo Ibram quando de sua criação, em 2009, e o papel do instituto diante da Política Nacional de Cultura (PNC). “A existência do Plano Nacional Setorial de Museus demonstra como o setor já avançou”, afirmou.

Joel Santana, coordenador do Sistema Estadual de Museus (SEM-RS), citou os 10 anos da Carta de Rio Grande, resultado de encontro de museus gaúchos em 2002, como mais um momento de reflexão para o setor local, lembrando ainda da importância de se integrar os museus via sistema.

Participou ainda da mesa de abertura o diretor da Casa de Cultura Mario Quintana, Manoel Henrique Paulo. Veja a programação completa.

Texto e fotos: Ascom/Ibram

Pará abre projeto Conexões Ibram no segundo semestre

A abertura do projeto Conexões Ibram em Belém (PA) aconteceu na manhã de hoje (7), no Teatro Estação Gasômetro. Com um público representativo, a abertura contou com a assinatura de Termo de Cooperação Técnica entre o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC) e a Secretaria de Estado da Cultura do Pará (foto).

“O Pará demonstra interesse e tem contribuído com a ampliação das políticas públicas para museus”, elogiou Eneida Braga (esq.) – presidente substituta do Ibram/MinC.

“O estado é o primeiro da região Norte a receber o projeto. Conhecer as realidades e possibilidades locais só é possível com a parceria”, reforçou.

Carmen Cal, diretora do Sistema Integrado de Museus (SIM) do Pará, representando o secretário de Estado da Cultura, citou o trabalho atual do sistema para integrar os museus do estado, além de modernizar e divulgar as instituições locais. “Temos desenvolvido muito a divulgação dos museus perante as crianças, escolas e grupos da terceira idade, no sentido de levá-los ao museu”, explicou.

“O acordo de cooperação assinado hoje com o Ibram deve ampliar a integração entre os museus do estado e a política federal. Poderemos contar com apoio para divulgação de nossa agenda em âmbito nacional e conhecer os caminhos para ampliar recursos”, assinalou Carmen Cal.

Segundo dados do SIM Pará, mais de 17 mil visitantes estiveram nos museus ligados ao governo do estado durante o primeiro semestre de 2012. Com as férias de julho, a estimativa é que tenha chegado a 20 mil.

Após a abertura, foram apresentadas as palestras iMuseus - construção de rede de informações do setor museal -  e Patrimônio Museológico em Risco. O evento em Belém segue até amanhã (8). Veja a programação aqui. Acompanhe em tempo real a cobertura do Conexões Ibram Pará pelo Twitter @museusbr.

Texto e foto: Ascom/Ibram